104 anos de Corrida de Rua No Brasil

Hoje dando um “role” na rede e como sempre visitando os Blogs dos amigos, me deparei com uma noticia que, ao menos para mim, é novidade.

No Blog do Carlão http://carlosventura8085.blogspot.com/ está lá a noticia que transcrevo para Vcs.

Leiam, pois é bem interessante e um fato histórico:

“O esporte base Brasileiro nasceu na Bahia em 15 de novembro de 1906, quando foi realizada oficialmente pela 1a vez, uma corrida a pé de longo curso.
Promoveu essa corrida que tanto sucesso alcançou a ex-Liga Bahiana de Sports Terrestres.

Vejamos o que disse a imprensa da época:

“LONG-RACE – – Realisou-se ante-ontem ás 6, 3/4 da manhã a corrida de longo curso promovida pela L B, S, T.

A partida foi dada por meio de um tiro de revolver pelo Sr. W. Swiggs em frente á Igreja de Nazareth.

Tomaram o arranco os nº. 2, 3 e 4 sendo que o n° 1 não correu por se sentir um pouco encomodado.

“Tomou a frente com alguma vantagem sobre os seus competidores o n° 4 que manteve essa colocação até a altura do Campo da Polvora e cedendo então aos nº. 3 e 2 que o foram destanciando, até que chegando ao Largo da Piedade desistiu de continuar.

Os nº 3 e 2 iam em muito boa marcha, na altura do Forte de São Pedro onde o 3 começou a ir distanciando o 2, que fraqueou em meio do corredor da Vitoria.

” Com o otimo tempo de 16 minutos e 7 segundos chegou ao ponto terminal o nº 3 entrando o nº 2 com atraso de 37″ segundos.

Foi juiz de percurso acompanhado a cavalo toda a corrida o sr. José J. Costa Santos que tambem se imcumbiu de tomar o tempo exato da long race.

O nº 3 da corrida é o sr, Hans Schleir, sócio do C.N.R. São Salvador que fez jus ao premio de uma medalha de prata oferecida pela Liga.

O nº 2 que chegou em 2º lugar, é o sr. Herman Guendeville, sócio do  S.C. Victoria.

Os outros dois foram os srs. Ed. Schlapfes nº 1 e A. A. Galeão n. 4 dos 7 inscritos apenas compareceram esses quatro.

O sr. Julio Brandão diretor da C. Linha Circular poz a disposição da Liga  um bonde que conduziu os juizes e corredores aos seus respectivos pontos.

A corrida como se vê foi disputada dentro de todas as regras oficiaes, nada escapando.

Apesar do interesse despertado pelo publico não foi adiante a pratica do pedestrianismo.”  (Transcrição do jornal da época)

Legal, né?

Aproveitando o embalo, vamos lá: – faça parte da história como os Srs. Ed. Schlapfes, A.A.Galeão, Herman Guendeville e Hans Schleir participe da I MEIA MARATONA ALPHAVILLE RUNNING.

Boas Corridas e Até a próxima!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: