Corredores de Rua em Alta?

Acredito que esses números são baseados só na quantidade de corredores que participam das provas de rua e são informados através das Federações de Atletismo em todo Brasil, pois vira e mexe é publicado na imprensa e em sites especializados em geral que a corrida de rua no Brasil tem 04 ou 05 milhões de praticantes.

Sem entrar no mérito por não saber direito de onde saem esses números e qual a sua consistência, entendo que a tendência é crescimento e disto não tenho duvidas, mesmo assim seria bastante interessante saber quantas pessoas rotineiramente, ou seja, ao menos 04 vezes na semana faz a sua corridinha em terras tupininquis. Tenho certeza que o numero seria muito mais surpreendente.

Aqui na nossa região temos clareza que a tendência é crescimento, basta notar ao redor em qualquer hora do dia e ao anoitecer que sempre vamos cruzar corredores pelas alamedas, no Via Parque (onde acontecem nossas provas), dentro dos condomínios, residências ou na pista em frente ao residencial 01, que é o ponto de encontro e “largada” da maioria dos praticantes. Nas outras regiões do Brasil também não é diferente, notem nas suas andaças por ai!

Outro bom indicativo é a constatação nas empresas ou entre as pessoas do seu convívio. Você sempre encontrará pessoas que correm e, freqüentemente, mais um todo animado por estar “começando” a pratica. Mas, nesse primeiro momento não quero nem levar em conta outras regiões do país e as inúmeras equipes de corredores que são funcionários das empresas e incentivados a pratica, estamos considerando só o pessoal da região que é visível aos finais de semana. Se considerarmos os corredores que durante a semana correm entre 06:30 e 09:30hs da manhã e 17 às 21hs diariamente, não teremos duvidas, na região o número de corredores aumenta a cada dia que passa!

Outro bom indicador consistente são os percentuais numéricos em ascensão dos corredores da região participantes do Alphaville Running.

A cada nova edição são maiores os participantes “nativos” e isso é muito bom, pois quanto mais pessoas participam, maior é a motivação na comunidade, dos familiares e amigos e o resultado final é positivo para todos, pois além da melhoria na disposição e saúde que as corridas provocam nas pessoas, a freqüência da pratica nos eventos aumenta propiciando e consolidando os relacionamentos, amizades e aproximando interesses, inclusive comerciais. E o melhor de tudo isso: – no quintal de casa!

Outro cenário, dentro das mesmas considerações é que o número de corredores maior em eventos sinaliza fortemente a tendência, pois uma coisa é a pessoa iniciar caminhando e depois timidamente passar a trotar e aos poucos começa a correr aumentando a freqüência na semana e outra coisa, bem diferente, são aqueles que se “arriscam” a participar do seu primeiro evento, na sua primeira prova de corrida de rua. Quanto isso acontece, temos a certeza que é um caminho sem volta. Nunca mais essa pessoa irá largar as corridas. Ela pode até deixar de freqüentar as provas, mas abandonar a pratica rotineira da corrida…… Jamais!

Acredito que em poucos anos a corrida de rua será o esporte mais praticado, inclusive no Brasil, terra do futebol.

Hoje li uma noticia que no Brasil existe um celular para cada habitante, pois acredite em breve, para a alegria das marcas esportivas, o tênis de corrida será como celular.

Como diz o refrão e cabe como uma luva se trocarmos samba por corridas: – “Quem não gosta de Samba bom sujeito não é, é ruim da cabeça ou doente do pé!”

Por hoje é isso! Assim que possível pretendemos escrever um pouco sobre a ainda diminuta visão dos executivos responsáveis pelo direcionamento das ações e verbas institucionais e de promoção da marca e produtos da sua empresa. Muitos deles ainda não descobriram o quanto é interessante investir em corridas de rua que além do sabor especial e empatia com a comunidade em geral, faz bem para a saúde dos funcionários e principalmente da empresa.

Até + e Boas Corridas

Anúncios

18 Respostas to “Corredores de Rua em Alta?”

  1. CARLOS YUGI SHIBUYA Says:

    Bom dia, Alfredo. Li o seu post e só posso acrescentar o seguinte: o esporte é tão importante quanto a Educação. E não dá pra tapar o Sol com a peneira, nosso sistema educacional é péssimo, basta ler as notícias que pululam todos os dia sobre escolas depredadas, professores agredidos, disciplinamento permissivo aos alunos. E o exemplo que vem de cima não é dos melhores. Tem gente que se orgulha de ter chegado lá em cima sem ter necessidade de diploma. Não vou citar nomes. Mas o resultado disso: os meninos só querem ser jogador de futebol ou piloto de F1 e as meninas sonham ser modelos. Não dá. Mas quem sabe a corrida como você colocou bem possa ser um foco de mudança disso que está aí. Abraços. Belo trabalho.

  2. donadio Says:

    Caro
    Acredito de fato que a corrida de rua como atividade rotineira contempla beneficios maiores que o cultivo do bem estar e favorecimento a saude. Os relacionamentos a partir dessa pratica modificam a vida das pessoas, pois todos que lá estão tem interesses e foco nobres, diferente de outros esportes onde muitas vezes a necessidade da truculencia para atingir os objetivos, faz da diversão, uma guerra. Pense nisso!

    É esse um dos maiores beneficios da corrida: o aprendizado através da convivencia pacifica na pratica esportiva, pois o foco, quando há competitividade, não é vencer o outro a qualquer custo, mas sim a si mesmo e para haver superação é preciso objetividade, persistencia, treinamento e muito companheirismo e solidariedade, pois por vezes esses treinamentos mais exaustivos são feitos com mais um ou dois corredores e por isso e por diversas outras necessidades o corredor aprende a ter uma visão diferenciada e ser uma pessoa melhor.

    O dia que os empresários olharem com mais critérios para a corrida de rua e perceber que a atividade é a ferramenta perfeita para ampliar relacionamentos, bem estar, exemplos positivos, confraternização, companheirismo, solidariedade e tudo mais como em vários post anteriores deste blog chamo a atenção, os recursos aparecerão e os eventos terão muito mais qualidade e por consequencia mais conforto, diversão e motivação para frequentá-los, resultando em multiplicação de adeptos com atitudes focadas no bem estar geral.

    É O Circulo Vicioso do Bem!

    Quando puder, leia os post anteriores e comprove essas atitudes! Em alguns deles apresentamos com clareza e imagens a rotina nos cuidados que corredores tem em relação ao seu semelhante.

    Leia, Divirta-se e Divulgue se achar interessante!
    Abração
    Alfredo

  3. ALEX BUSNELLO Says:

    Olá Alfredo,

    Sensacional a sua visão e números sobre a corrida! Tenho certeza que a corrida ainda crescerá muito, pois é um esporte muito democrático, temos nas corridas as pessoas convivendo todas juntas, independente de classe social e nível de cultura.
    A corrida é uma modalidade com um custo financeiro muito baixo, por isso qualquer pessoa pode abrir a porta de sua casa e começar a cuidar da sua saúde e bem estar.

    Amo este esporte!!!

    Parabéns!!!

    Alex busnello.

  4. donadio Says:

    É isso ai, Alex.
    Vamos em frente, divulgando e fomentando as ações que em breve tenho certeza a visão empresarial muda, os recursos aparecem e todos lucram, principalmente a sociedade.
    O Carlos em seu comentário foi muito feliz: – Esporte complementa a Educação e como por aqui o exemplo das Universidades Americanas não são praticados, a sociedade e aqueles que tem interesse no segmento devem fazer a sua parte, patrocinando, fomentando, promovendo e divulgando o esporte. No nosso caso, escolhemos as corridas de rua, portanto SEBO NAS CANELAS e vamos a ação!
    Abraço
    Alfredo Donadio

  5. thomas Says:

    Gostaria de entender um pouco melhor seus numeros.Tendo em vista esta multidão de pessoas que correm e sua assunção que em algum tempo ,sera mais popular que o futebol (coisa que eu duvido).o investimento de marca é uma coisa bem viavel ,para se fazer uma corrida e receber algo em troca (camiseta ,medalha,agua ,frutas etc..),posso te dizer que com certeza o meu retorno em corrida além do meu bem estar ,mais os mimos é inversamente proporcional ao que me dá o futebol ,agora Alfedo sera que as corridas dão as mesmas paixões,que os times de futebol dão ?
    Parabéns pelo blog
    Thomas

    • donadio Says:

      Caro Thomas
      Os números não são meus, mas a sensibilidade na constatação sim e pela sua colocação, acho que não soube me expressar com clareza.

      Então, vamos lá: Quanto a paixão é dificil dizer, pois estamos na terra do futebol e não dá para traçar parametros entre um esporte e outro, pois paixão é paixão e não se discute. Acho também dificil alguem correr por paixão ainda mais essa que é latente no futebol.

      A minha colocação foi em relação a pratica da atividade e está não tenho duvidas que em breve estará no alto do podium. Quer um exemplo prático? A primeira coisa que uma criança faz (seja do sexo que for) após andar com segurança é CORRER, então a nós cabe dar o incentivo e a motivação para que essa ação natural permaneça.

      A pratica da corrida não é uma ação excludente, muito pelo contrário, ela é complementar a todos os esportes, isto quando não é a principal atividade escolhida.

      Mais um indicativo para ser analisado e computado é o seguinte: – quando do check-up médico anual, seja lá a forma fisica que estivermos ou o resultado dos exames laboratoriais, o conselho médico é sempre uma boa caminhada diária e o que separa a corrida da caminhada são algumas poucas semanas.

      Se formos por esse caminho fica fácil o entendimento e a projeção dos números.
      Abração e até +
      Alfredo

  6. Rafael Zobaran Says:

    Alfredo.
    Tu, com toda a tua experiência de quem já participou das principais provas internacionais (Maratona de Nova York, Comrades na África do Sul, entre tantas outras) sabe do potencial de crescimento das corridas no Brasil melhor do que ninguém. Correr é uma “febre” que chegou para ficar, com a quantidade de corredores crescendo de maneira exponencial. Estes números citados por ti, que estimam de 4 a 5 milhões de adeptos no Brasil, são de uma pesquisa realizada pela FIA/USP (Fundação Instituto de Administração), uma instituição respeitadíssima, que revelou ainda que a maioria dos corredores está entre a faixa etária de 35 e 60 anos, 75% possuem curso superior e mais da metade pertencem a classe A, com renda superior a 5 mil reais. Não é por acaso que grandes marcas mundiais de artigos esportivos estão chegando ao Brasil, porque já descobriram este grande potencial.
    Assim como a Zarro, pioneira na realização de provas voltada para este público altamente qualificado de Alphaville e São Paulo.
    Parabéns Alfredo por este belíssimo trabalho que tu realiza em prol da saúde, bem-estar e esporte.
    Grande abraço.

    • donadio Says:

      Caro Rafael
      Muito Obrigado pela informação e palavras. Recebi por email, alguns outros numeros bastante interessantes e que mais ou menos batem com nossos números dos nossos corredores que são: (da informação) 75% homens, 25% mulheres, Faixa etária 25 a 44 anos (63%), essas pessoas são aquelas que participam em média 6 provas/ano e correm de 4 a 5 dias por semana.
      Já os nossos numeros (baseados em 4 temporadas de Alphaville Running) são:
      70% homens, 30% mulheres, faixa etária de maior concentração 30 a 45 anos para as mulheres e 35 a 50 anos para os homens.

      Abração e Muito Obrigado pelas informações e prestigio
      Alfredo Donadio

  7. CARLOS YUGI SHIBUYA Says:

    Bom dia, Alfredo. Gostaria novamente de utilizar seu nobre espaço para tecer mais alguns comentários. Seu post parece que provocou uma boa discussão pertinente e bastante séria. O Rafael Zobaran traz uns números interessantes da FIA sobre uns 4 a 5 milhôes de corredores. Não duvido, mas o que me preocupa é justamente a parte em que se informa que grande parte desse contingente é pertencente às classes A e B. Nada contra, muito a favor, mas o fato é que essa qualificação deveria nos preocupar, e muito. A Corrida não pode se tornar um Esporte pras Elites. Alfredo, corri 51 provas este ano. Desde todas as suas de Alphaville, duas maratonas, várias meias, de 30, de 25 e uma infinidade de 10 km. Corri em SP, Campinas, Rio Preto, várias Track’n Field (típica corrida elitizada), mas também participei de Provas mais simples (sem ser simplórias), como a de Guararema, uma Tia Jô de Cubatão, umas Bertiogas (uma de 42 km e outra de 10), uma Santa Teresinha em Campos do Jordão, Piracicaba, Brotas, uma FEI, etc. E sabe que gostei muito dessas “provinhas”? Porque foram simples, regionais, voltadas para o povo do local, mas feitas com afinco e muita Dignidade. É isso, Alfredo. Estou muito grato a você por proporcionar não só este espaço mas também o exemplo digno de um trabalho sério e feito com carinho. Até o dia 19. Minha turma tá se azeitando! Abraços.

  8. donadio Says:

    Oi, Carlos
    Todas as corridas bem executadas devem ser prestigiadas, assim como todo corredor independentemente da classe social ou socio economica que pertença deve ser respeitado.

    O importante é que formemos um grupo de pessoas diferenciadas em objetivos e atitudes.

    Vamos em frente fazendo historia e privilegiando as boas relações!

    Boas Corridas
    Alfredo Donadio

  9. Paulo Santos Says:

    Olá Alfredo. Sempre fui apaixonado pelo esporte e pela pratica esportiva. Há mais ou menos 6 anos me encantei com a corrida e hoje trabalho diretamente com vários corredores. Pessoas que nunca haviam corrido ou praticado nenhum tipo de atividade física, hoje fazem parte da minha equipe. Tenho alunos de 17 (mais novo) e 72 (mais experiente…) Gostaria de registrar a importancia da corrida na vida das pessoas, pois começar a correr com orientação de um profissional de Ed. Física, consciente e de maneira segura, faz com que a pessoa tenha uma mudança na vida. Pois a endorfina liberada ao final de cada treino e cada prova, nao tem preço, é algo mágico que somente quem venceu o seu desafio sabe a sensaçao.
    Abraço e conte comigo nesta caminha da, ou melhor, nesta corrida. abc

    • Donadio Says:

      É isso ai, meu caro Paulo
      A corrida faz bem para alma e para encarar a vid com mais alegria e disposição. Sua pretica rotineira é uma das boas coisas da vida!
      Vamos em frente
      Alfredo Donadio

  10. LUIZ Says:

    ALFREDO. PRIMEIRO PARABÉNS PELO BELÍSSIMO TRABALHO EXPOSTO, MAS É CLARO QUE SEI QUE FOI FÁCIL EXPRESSAR SEUS SENTIMENTOS COM O FATO DO CRESCIMENTO DA MODALIDADE CORRIDA. SABE POR QUÊ ? PORQUE VOCÊ ASSIM COMO NÓS É UM APAIXONADO PELO ESPORTE E POR AQUELE QUE O PRATICAM, SEJA SE SOCIABILIZANDO, SEJA EM UM TREINO, OU EM UMA PROVA DANDO O SEU MELHOR. DIGO QUE É UM ESPORTE TÃO SOLITÁRIO E DEMAIS SOLIDÁRIO. VOCÊ CONSEGUE EM UMA PROVA NO SEU ESFORÇO MÁXIMO, AINDA PERCEBER SEU COMPANHEIRO E DAR A ESTE AINDA UM APOIO.
    QUER COISA MAIS MARAVILHOSA ?
    PARABÉNS A TODOS QUE DERAM SEUS DEPOIMENTOS DE SOMATÓRIA A ESTA TESE, A QUAL COMPROVA QUE SOMOS TODOS IRMÃOS DO MESMO ESPORTE.
    SIMPLES, TOTALMENTE ACESSÍVEL, PODENDO SER PRATICADO EM TODO LUGAR DO MUNDO, E AINDA COM O SORRISO NA ALMA.
    SAÚDE A TODOS, BONS TREINOS, BOAS PROVAS E FELICIDADES.
    LUIZ CLEMENTE. ALUNO DA EQUIPE DE CORRIDA DO PALMEIRAS.
    PORÉM DEMOCRÁTICO COM TODAS AS EQUIPES, POIS NOSSO ESPORTE É NOBRE ATÉ NESSAS HORAS. VALEU

    • donadio Says:

      Meu caro Palestrino
      É isso ai. Faço minhas as suas palavras.

      Abração e MUito Obrigado pela visita e comentário em nosso Blog
      Saude, Sucesso e
      Boas corridas
      Alfredo Donadio

  11. wilson L Torres Says:

    ola sr afredo! gostei desta pagina,blogteira.mui bom! estou aqui devagarinho empurando meus passos, c a vontade de me ver de volta nas ruas.estou reiniciando meus treinos to sentindo uma pq dificuldade mas vou continuar n vou parar . comecei em 83 fui ate 87 tive q parar antes minha vida era so corrida nd mais .tive um probleminha depois de uma maratona,n voltei mais . porem agora tomei uma decisao vou correr p valer n paro mais esse ano qr so treinar colocar minhas resistencias em ordem, qr ver se eu te acompanho . gostaria de poder t conhecer um dia isso e porque moramos aq ao lado vizinho . ja q te descobri vou te acompan… pelo blog . sou de carapicuiba.muito prazer gostei qr um insentivo seu .porq.. atleta q corre tem q se cuidar e correr sempre p uma vida melhor nao tem coisa igual e melhor morrer correndo do q envelhecer sem saude . valeu um abrc ate la!…

    • donadio Says:

      quem sabe um dia ainda nos cruzamos por ai? estou de volta tb, devagar e progressivamente.
      abraço e Boas Corridas
      Alfredo Donadio

  12. Demosthenes dos Santos Says:

    Prezado Sr. Alfredo Donadio. Parabéns pelo exemplo de vida.Sou Demosthenes dos Santos, organizador de um projeto
    social na cidade de Itaquaquecetuba.A CORRIDA METODISTA DE PEDESTRES 5 E 10 KM.” GERAÇÃO SAÚDE 2012′.A ser realizada em 26 de agosto de 2012; em Itaquá-SP.
    As inscrições estão sendo feita pela RUNNERBRASIL, http://www.runnerbrasil.com.br,Por Isso solicito a gentileza se possivel da sua ajuda em divulgá-la a todos os seus contatos relacionais e virtuais.
    Agradeço .Um forte abraço.

    Demosthenes
    demosthenes.santos @ig.com.br

    • donadio Says:

      Caro Demosthenes
      Obrigado pela visita em nosso blog e PARABÉNS pela iniciativa. O pessoal da RunnerBrasil com certeza fará a divulgação através do mailing.
      Boa Sorte no evento.
      Boas Corridas
      Alfredo Donadio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: